domingo, 3 de abril de 2011

Regurgitação dos Sentimentos

  Olá, decidi fazer esse blog depois de ter me inspirado no de uma amiga muito querida (Mayara Gabriela), no qual eu pude ver que, mais do que palavras registradas e a vontade de querer publicar aquilo que achamos interessante, o que está por trás de tudo isso é a necessidade, às vezes controlável, por vezes incontrolável, de nos aliviarmos diante daquilo que não conseguimos manter somente em nossos corações por diversas razões.
  Dor, ódio, amor, esperança, fé, crenças, amizade, frustrações, dúvidas, enfim, qualquer natureza de sentimento. É do que somos formados. É o que temos de mais precioso e ao mesmo tempo de mais perigoso. Se não soubermos administrá-los, podemos sair facilmente do estado de glória e honra para o estado mais desprezível do ser humano. É nesse ponto que surge o maior tipo de diversidade existente: a personalidade. Instintivamente, desenvolvemos nossos ideais, nossas idéias, nossos objetivos, nossos, nossos, nossos. Ao passo que a diversidade da personalidade se expande, a tendência ao caos a acompanha. É fácil imaginar essa situação se observarmos desde a simplicidade de duas pessoas que se 'amam' e se machucam tanto por brigas causadas por opiniões divergentes, até o acontecer de uma guerra entre nações.
  Nascem estratégias para impedir ou adiar o caos. Sentimentos com poder de fogo sofrem tentativas de isolamento e são supostamente controlados dentro dos nossos corações e das nossas mentes. Nos enganamos. "Nada é perdido, tudo se transforma", já dizia Lavoisier. Sentimentos ruins ou bons que são internalizados na tentativa de inibi-los, provocam - certamente - efeitos colaterais. Esses efeitos, geram produtos indesejáveis que na maioria das vezes não enxergamos. Cometemos os mais variados tipos de erros  por conta disso e é lamentável não enxergarmos a causa principal, visto que essa foi supostamente controlada anteriormente. Mas como aprender então a lidar com os sentimentos, se abalar ou não com algo, ser vitimas ou não de nossa própria personalidade? Ser diferente e pensar diferente é ruim, então? Não é isso! Agora vem a melhor parte.
  Essa é uma das infinitas coisas em que podemos enxergar o poder supremo de Deus. Ele nos fez diferentes para sermos diferentes, mas para vivermos para Ele e somente para Ele. Fomos presenteados com a vida, com o pensar, com todas as coisas que nos difere de todas as criaturas da Terra. Não podemos usar tais ferramentas contra nossa própria espécie e ainda pior, contra a vontade do nosso Criador.  Vivamos conforme Tua palavra. Somente assim, existirá o equilíbrio absoluto em meio a tantas personalidades. Leiamos a Bíblia e procuremos por conhecer essa perfeição que é o Senhor Jesus. Essa é a resposta para evitar o caos. Tirem os olhos dos espelhos em que se encontram em frente e olhem para cima.
Não condene o seu coração à função de suportar suas dores, certamente ele não irá suportar. Ele mandará os mesmos para sua mente talvez duas vezes mais intensos e você transmitirá ao seu próximo e à Deus. Exteriorize falando, escrevendo, busque, e saiba: Deus supre todas as nossas necessidades.


Relfitam...

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Se tivéssemos mais do amor Ágape (amor de Deus), talvez, não pensaríamos somente no nosso "Eu", e sim, mais no todo, seriamos mais compreensíveis, amáveis e perdoaríamos mais, em vez de perdemos tempo brigando, xingando, magoando.
    Sem Deus não somos nada, e o amor é Deus!
    Amém, Nando!

    "Nós conhecemos e cremos no amor que Deus tem para conosco. Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus nele". 1 João 4:16

    "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
    E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
    E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
    O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
    Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
    Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
    Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
    O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
    Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
    Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
    Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
    Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
    Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor". (1 Coríntios 13:1-13)

    "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". João 3:16

    "Jesus lhe respondeu: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim". (João 14:6)

    ResponderExcluir
  3. que lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!
    vc é 10 Nando bjus lulu

    ResponderExcluir
  4. A cada dia vc nos surpreende continue assim uma caixinha de surpresas bjocas de tia Rita,Anny,Abner,Arthur,Lulu e Jilmar

    ResponderExcluir
  5. Meu querido, como costumo dizer, 'ao ser humano ser mais humano'. E nisso cabe tanta coisa, cabe dizer muito mais, cabe dizer nada. Mas quando se escreve, de alguma forma, já se percebe que alguns pontos já fazem algum sentido ou bastante sentido.
    Gostei do espaço, das palavras.
    E como diz o Zingador: Abraço Perfumado.

    ResponderExcluir
  6. Suas palavras me tocaram Fernando.
    Muito lindo.

    Bjo, Sofia :*

    ResponderExcluir